Pular para o conteúdo
Início » CNJ mantém afastamento de Eduardo Appio da Lava Jato

CNJ mantém afastamento de Eduardo Appio da Lava Jato

O ministro Luís Felipe Salomão, corregedor nacional do Judiciário, decidiu transferir o processo administrativo sobre o juiz Eduardo Appio, que tramitava no Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF4), para o Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Ele manteve o afastamento do magistrado da 13ª Vara Federal de Curitiba, que cuida dos processos remanescentes da operação Lava Jato.

O juiz foi considerado parcial por causa da afinidade que teria com lideranças petistas, revelada em entrevistas e redes sociais, e também em função das críticas a ex-autoridades da operação, como o hoje senador Sergio Moro (União Brasil). A decisão da corte regional, chamada de ilegal por Dias Toffoli, declarou a nulidade de todos os atos assinados por Appio à frente dos casos da operação.

Na decisão de terça a favor de Appio, o ministro Toffoli questiona o fato de o TRF-4 ter tido posição diferente no passado, quando pedidos de afastamento de Moro foram negados.

Foto: Divulgação


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/jornaldoonibusdecuritiba/www/wp-includes/functions.php on line 5373

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/jornaldoonibusdecuritiba/www/wp-includes/functions.php on line 5373