Pular para o conteúdo
Início » Confira as estações-tubo de Curitiba desativadas para obras a partir desta sexta

Confira as estações-tubo de Curitiba desativadas para obras a partir desta sexta

Urbanização de Curitiba (Urbs) está reformando estações-tubo da capital. O trabalho, dividido em lotes, prevê que a cada semana um grupo de estações entre em obras. Até janeiro, serão reformadas 120 estações-tubo, com investimento de R$ 6,4 milhões.

Os passageiros precisam ficar atentos porque durante o período de obras as estações-tubo serão desativadas parcialmente ou integralmente.

Confira o novo grupo de estações-tubo que entram em obras nesta semana: estação-tubo Terminal Portão sentido Terminal Capão Raso (1/12 a 7/12); estação-tubo Des. Antonio de Paula sentido Pç. Carlos Gomes (1/12 a 7/12); estação-tubo Antonio Cavalheiro sentido Terminal Cabral (1/12 a 7/12); estação-tubo Arroio Cercado sentido Terminal Pinheirinho (4/12 a 9/12); estação-tubo China ambos os sentidos (6/12 a 12/12); estaçaõ-tubo Rosa Tortato sentido Terminal Sítio Cercado (8/12 a 14/12); estação-tubo Antonio Cavalheiro sentido Terminal Santa Cândida (8/12 a 14/12); estação-tubo Centro Cívico Palácio Iguaçu (8/12 a 22/12).

Os usuários são avisados por informações em cartazes e Painéis de Mensagens Variáveis (PMV) nas estações-tubo.

O projeto prevê a reforma dos pisos e a adequação das portas destinadas a pessoas com deficiência. “O objetivo é dar mais conforto, segurança e acessibilidade aos passageiros do sistema de transporte de Curitiba”, diz Ogeny Pedro Maia Neto, presidente da Urbs.

Com o projeto de revitalização de 120 estações-tubo, sobe para 205 o número de pontos reformados desde 2022, o que representa 60% das 338 estações-tubo da cidade. No ano passado, já haviam sido revitalizadas 85 estações-tubo, além da reforma do Terminal Cabral, com R$ 6,5 milhões em investimentos.

Melhorias

As reformas complementam as melhorias que vêm sendo implantadas no transporte coletivo nos últimos anos. O trabalho inclui a inauguração do Terminal Tatuquara e a implantação do novo Ligeirão Fagundes Varela/Pinheirinho, que estabeleceu uma ligação inédita entre o Norte e o Sul da cidade pela Linha Verde, a colocação de paineis fotovoltaicos em terminais, a programação de aquisição de 70 ônibus elétricos até junho de 2024, e ainda a extensão do Ligeirão Santa Cândida/Pça do Japão até o Pinheirinho, em fase final de obras.

Foto: José Fernando Ogura/SMCS


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/jornaldoonibusdecuritiba/www/wp-includes/functions.php on line 5373

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/jornaldoonibusdecuritiba/www/wp-includes/functions.php on line 5373